Dia Nacional da Mulher foca nas demandas reais das brasileiras

Deputado federal Fábio Faria (PSD-RN) apresentou projetos que ampliam Lei Maria da Penha e reconhecem as profissionais do futebol feminino.

O dia das mulheres é o 8 de março, certo? Pelo calendário internacional, sim. Mas as brasileiras têm um dia só delas – e ele é celebrado hoje, 30 de abril.
O Dia Nacional das Mulheres não tem o apelo comercial do 8 de março e foca no que realmente interessa: as conquistas e demandas das mulheres brasileiras.

Uma dessas conquistas é a Lei Maria da Penha, instituída em 2006 com mecanismos para coibir a violência contra a mulher.

Mais de dez anos depois, a legislação deve ser ampliada a partir do Projeto de Lei (PL 6939/2017) do deputado federal Fábio Faria (PSD-RN), em tramitação no Congresso Nacional, estendendo as medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha às mulheres agredidas por homens que não estejam em mesmo ambiente familiar e com quem não tenham relação afetiva.

O parlamentar argumenta que, embora a maioria dos crimes de feminicídio ocorra dentro de casa por companheiros das mulheres (em torno de 35%), muitos crimes são praticados por homens que não têm relação direta com suas vítimas – um quadro que, segundo Fábio Faria, justifica e obriga a expansão das medidas protetivas.

Mulher joga futebol sim senhor

Fábio Faria também é autor de outro projeto de lei dirigido às mulheres, o PL 1509/19, que regulamenta o futebol feminino profissional.

“Apesar de termos uma das melhores jogadoras da história e um campeonato regular, a falta de estrutura profissional do futebol feminino ainda é desafio a ser vencido. A possibilidade de utilizar recursos da Lei de Incentivo ao Esporte seria o primeiro passo”, disse.

fabio faria 300x199 - Dia Nacional da Mulher foca nas demandas reais das brasileiras

O parlamentar acredita que a regulamentação será um incentivo para que os clubes possam profissionalizar suas atletas, valorizando o esporte como um todo. Atualmente, a maioria dos clubes mantêm apenas times amadores de futebol feminino.

30 de abril

Embora pouco difundido, o Dia Nacional da Mulher – assim como sua versão internacional – também homenageia e lembra a luta das mulheres na conquista de seus direitos. Com uma diferença: o foco do 30 de abril são as demandas femininas, sem os apelos comerciais que invadiram o calendário internacional.

A pauta do 30 de abril vai do combate ao sexismo à misoginia e a todos os outros tipos de discriminações contra o gênero feminino.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar Menu