Melão de Mossoró será protegido em acordo do Mercosul com União Europeia

Há 22 anos, em uma região marcada por grandes ciclos de seca, incrustrada no semiárido do Rio Grande do Norte, produtores se reuniram com um plano arriscado: investir em fruticultura. Duas décadas depois, contra todos os prognósticos contrários, as frutas de cultivadas em solo potiguar conquistavam o mercado interno e também o exterior, com destaque para uma espécie que ganhou até selo contra “imitações”: o melão de Mossoró.

São 3,5 milhões de caixas anos, que abastecem o mercado nacional e internacional, extraídas de 4,6 mil hectares.

28753305 144629453026807 1286735449846448128 n - Melão de Mossoró será protegido em acordo do Mercosul com União Europeia
O selo contra “cópias piratas”, concedidos pelo Instituto Nacional da Produção Industrial Inpi), ganhou reforço pós acordo entre o Mercosul e União Europia, prevendo proteção para o Melão de Mossoró e mais 35 produtos tipicamente brasileiros.

O melão produzido em solo potiguar também será beneficiado com redução da taxe de 8,8 por cento, paga pela fruta para entrar no velho continente.

 

 

fabio sem ivan 300x172 - Melão de Mossoró será protegido em acordo do Mercosul com União Europeia
Deputado Fábio Faria

“São medidas que impulsionam o potencial de exportação de nosso melão”, comemorou o deputado federal Fábio Faria (PSD-RN). “É também um reconhecido da qualidade das nossas frutas”, completou o parlamentar.

As medidas de proteção reconhecem a indicação geográfica dos produtos tipicamente brasileiros e garante que eles não sejam reproduzidos em outros países, ficando protegidos contra tentativas de imitações.

O texto do acordo ainda é preliminar e deve passar por revisões.

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar Menu