Liga de combate ao câncer divulga campeões em emendas para o auxílio no tratamento da doença no Rio Grande do Norte

Pesquisa do Conselho Federal de Medicina, publicada no Observatório de Oncologia – entidade que monitora estatística sobre câncer no país – trouxe um dado preocupante para a população potiguar: a doença, em suas diversas manifestações, figura como uma das principais causas de mortes em onze cidades do Rio Grande do Norte.

Os números inserem o estado em um ranking assustador: é o segundo, na região Nordeste, com mais óbitos por câncer.

São José do Campestre, município localizado a 110 quilômetros de Natal, lidera no território estadual com mais mortes por câncer entre seus habitantes – foram 18 óbitos em 2015, mais 10 mortes em 2016 e 9 em 2017 (os dados de 2018 ainda não foram compilados). A cidade tem aproximadamente 13 mil habitantes.

O Rio Grande do Norte, como um todo, tem uma incidência alta da doença: ano passado, o Instituto Nacional do Câncer previu registro de 8.470 novos casos – 4.490 em homens; 3.980 em mulheres. Próstata, mama e pele são os tipos mais comuns.

De acordo com a pesquisa do Conselho Federal de Medicina, o câncer é mais letal entre os homens (51,1 por cento).

Além de São José do Campestre, mais dez cidades estão na rota da morte por câncer: Messias Targino, Ouro Branco, Parazinho, Rafael Fernandes, Senador Elói de Souza, Pilões, Serrinha dos Pintos, Pedra Grande, Santana do Seridó e Taboleiro Grande.

Campeão de emendas para Liga Contra o Câncer

DEPUTADOFABIOFARIA 300x210 - Liga de combate ao câncer divulga campeões em emendas para o auxílio no tratamento da doença no Rio Grande do Norte

É nesse contexto – de alta incidência e mortes – que atua a Liga Norte Riograndense Contra o Câncer, instituição fundada em 1949, reconhecida pelo Ministério da Saúde como centro de alta complexidade em oncologia. Sem fins lucrativos, a Liga atende pelo Sistema Único de Saúde.

Para estimular doações e parcerias, a Liga divulga todo ano a lista dos 10 parlamentares federais do RN que mais destinaram emendas em 2018 em favor da instituição.

Ano passado foram R$ 1,3 mi em recursos federais, garantidos pela bancada potiguar, para ajudar nas atividades.

O campeão de recursos foi o deputado federal Fábio Faria (PSD), que destinou R$ 300 mil.

“Todos os anos, reservo parte da minha cota individual de emendas para apoiar a instituição, que é a mais importantes no combate ao câncer no Rio Grande do Norte”, declarou o parlamentar.

Desde 2012, Fábio Faria já alocou mais de R$ 1,3 milhão em emendas.

Os recursos foram usados para a compra de camas para o Hospital Doutor Luiz Antonio, e também para a aquisição de equipamentos, móveis e material de uso das unidades de saúde da Liga Norte-riograndense Contra o Câncer-LNCC.

Nesta quarta-feira (29), o deputado Fábio Faria recebeu em seu gabinete, em Brasília, Dr. Luciano Luís da Silva Júnior – Coordenador Executivo, e Vilma Sampaio- Assessora de Projetos e Relações Institucionais da Liga, que apresentaram os principais projetos em curso na instituição.

Além de Fábio Faria, o deputado Rogério Marinho (PSDB) destinou R$ 200 mil. Os demais parlamentares (5 deputados e os 3 senadores) destinaram R$ 100 mil cada um.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar Menu