Como blindar seus filhos dos perigos escondidos na internet
Crianças na Internet

Crianças Internet 1 300x230 - Como blindar seus filhos dos perigos escondidos na internet

Cerca de 22 milhões de crianças e adolescentes acessam a internet no país – a maioria delas através do celular. Esse universo conectado nem sempre navega em águas virtuais tranquilas – pornografia, violência, preconceito e conceitos que provocam danos à saúde estão no caminho da conexão dos jovens brasileiros.

Os dados estão em pesquisa realizada pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil, que entrevistou seis mil crianças e adolescentes ao longo de 2017.

E o resultado dessa incursão no universo das crianças e adolescentes conectadas fez o órgão emitir o alerta: é preciso monitorar – e, não raro, blindar – os jovens dos perigos que se escondem no mundo virtual.

O Comitê ilustrou alguns conteúdos que essa legião de jovens tem consumido fora da supervisão dos pais: 41% dos entrevistados revelaram que sofrem discriminação por raça ou aparência. Outros 20% informaram que tiveram acesso a métodos de emagrecimento. E – pasme – 13% visitaram sítios que orientavam sobre técnicas de automutilação.

Veja, abaixo, o passo a passo de recursos que podem ser utilizados em diversos dispositivos online para filtrar conteúdos.

Celular

No Android, tem como restringir os aplicativos, filmes e músicas que podem ser baixados.

Acessando o Play Store, ir em “Configurações” e depois em “Controle dos pais”. Aqui você pode determinar a faixa etária dos apps e filmes que estão liberados para as crianças e ainda bloquear músicas com letras impróprias pra elas.

Para bloquear conteúdo impróprio no Navegador do Android basta ativar “Safe Search” no Google App.

Abra o Google App. No canto inferior direito, toque em “Menu”; Depois, acesse “Configurações”. Escolha a opção “Contas e privacidade”. Ao lado de “Filtro SafeSearch”, alterne a chave para a posição de ativação.

Navegadores (Google Chrome, IOS)

Ativar Safe Search – Acesse as Configurações de pesquisa. Localize a seção “Filtros do SafeSearch”. Para ativar, toque em Filtrar resultados com conteúdo explícito. Na parte inferior da tela, toque no botão Salvar.

No iOS é só entrar em “Ajustes”, depois em “Geral” e “Restrições”. Toque em “Ativar Restrições” e coloque uma senha pra que só você consiga fazer essas alterações. Agora escolha o que as crianças podem acessar, quais conteúdos e funções estão liberados ou bloqueados. Na parte de conteúdo, por exemplo, se você entrar em sites, dá pra escolher quais páginas podem ser acessadas; já nos aplicativos você seleciona a faixa etária dos apps que vão aparecer na loja online.

Computador   

No computador também é bem fácil limitar o acesso dos pequenos. Pra começar, vamos falar dos navegadores: tanto o Chrome, quanto o Firefox e o Edge permitem que os pais bloqueiem sites que os filhos não podem entrar.

No caso do Firefox, você pode usar uma extensão de bloqueio.

No Chrome você só precisa entrar na página de “Configurações de Pesquisa” e clicar em “Bloquear o SafeSearch” pra evitar conteúdos inapropriados.

Já no Edge dá pra configurar o acesso das crianças através da conta família e o legal é que com essa conta você também consegue configurar o computador! Dá pra saber o que as crianças acessam, definir quais jogos, sites e filmes elas conseguem ver e até escolher o tempo que seu filho pode ficar no computador!

Material a ser utilizado/Material de referência

http://olhardigital.com.br/lu-explica/video/como-controlar-o-acesso-das-criancas-na-internet/72161

http://tecnoblog.net/250351/como-bloquear-sites-no-celular/

——————————————————————————————————-

 

 

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar Menu